EXCELÊNCIA OPERACIONAL NA EMPRESA DE BASE FLORESTAL

O Setor Florestal Brasileiro sempre foi destaque no mundo em termos de produção florestal, sendo altamente competitivo em termos de produtividade por hectare. Este potencial e dado em função de vários aspectos e características, mas principalmente de fatores que são encontrados naturalmente em nosso pais como por exemplo, intensidade luminosa, solos adequados, clima favorável e grande quantidade de terras com relevo favorável e disponível para o plantio de florestas.

No entanto mesmo com os diferenciais competitivos naturais ainda há muito espaço para melhorias dos processos de produção, principalmente os processos operacionais que compõe toda cadeia produtiva desde o viveiro, a silvicultura, a colheita e o transporte florestal.

Desta forma torna-se necessária o entendimento da importância de uma gestão baseada em processos de excelência para o aumento da competitividade e até mesmo o alcance das empresas de base florestal a classe mundial de empresas destaques. Para tanto deve-se perguntar 5 pontos

1 –  Qual á a verdadeira finalidade da gestão florestal?

2 – Uma gestão bem implementada facilita o planejamento?

3 – A gestão florestal permite a implantação de melhorias nos processos de produção?

4 – A gestão florestal possibilita uma análises das alavancas de valores da empresas?

5 – A gestão florestal permite uma visão 360° controlando a cadeia produtivo e reduzindo risco do negócio?

Após responder estas 5 questões os gestores tem que ter em mente quais os caminhos poderão conduzir os negócios sob seus comandos ao um estado de excelência agregando valor aos negócios da empresa, aumentando a sua competitividade e colocando a mesma no caminho rumo a excelência. E o primeiro caminho e promover a transformação do modelo de gestão o que reque o conhecimento dos fatores de diferenciação do negócio, da visibilidade dos objetivos da empresa de base florestal, do conhecimento dos processos de produção florestal, da proposta do modelo de excelência em gestão a ser seguido, das variáveis controles e dos KPI´s dos processos de produção da empresa, bem como ter os serviços e projetos alinhados ao planejamento estratégico da companhia, visualizando as suas métricas de desempenho e possuindo critérios de priorização claros que possam conduzir a solução de problemas que impedem o avanço da empresa a obtenção da excelência em sua gestão e processos operacionais.

Figura 01- Pontos para Transformação do Modelo de Gestão e um Modelo de Excelência.

Mas será que estamos conseguindo tirar o melhor proveito de nossas vantagens competitivas como produtor florestal, aliando toda essa vantagem ambiental com a melhor tecnologia disponível? Provavelmente ainda não, mas o crescente acesso à tecnologia nos levara para uma significativa mudança do estado da arte da Silvicultura Nacional seja na área de conhecimentos intrínsecos da cultura como também da mecanização das atividades de plantio e colheita florestal.

Treinar e capacitar nossa mão de obra rural é caro mas também é fundamental para obtenção de um projeto florestal vencedor. Ampliar o nível de desenvolvimento dos funcionários pode levá-los a atender as necessidades específicas de uma empresa, direcionando-o aos resultados esperados. Cada função dentro da estrutura florestal possui diferentes características com requisitos distintos que diferencia o tempo de capacitação de cada uma. Devemos prepara-los para obtenção de performance de excelência, investindo em treinamentos específicos sobre a cultura organizacional, segurança no trabalho, boas práticas operacionais, e conhecimentos específicos que cada função requer.

Desta forma o conhecimento dos fatores de diferenciação pelos colaboradores é crucial para o sucesso da implementação de uma cultura de excelência conforme a figura abaixo.

Figura 02- Fatores de Diferenciação para Alcance da Excelência em Gestão Operacional.

Nota-se que para a obtenção de uma Gestão 5 estrelas baseada na excelência e necessário ter processos florestais integrados desde o planejamento florestal, passando pela silvicultura, colheita indo até o transporte de madeira, bem como o desenvolvimento e capacitação de pessoas deste gerentes, coordenadores, supervisores, e líderes de equipes florestais. Desta forma é possível implementar uma cultura de excelência alicerçada pela eficiência dos processos e procedimentos operacionais, pelo bom desempenho e desenvolvimento das lideranças em campo e por uma busca contínua por melhorias aplicando as diversas ferramentas disponíveis para a implementação de projetos para o alcance da excelência. Contudo é possível ter um comportamento de excelência tanto na Gestão Operacional, quando na cadeia dos processos básicos, com implementação de novas tecnologias, inovando para o aumento da produtividade e garantindo um crescimento orgânico e sustentável das companhias. Feito isto é possível alcançar a Gestão 5 estrelas com aumento da produção e da produtividade, reduzindo os custos, e sendo Banchmark em Gestão Operacional na Área Florestal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

 

Forest Class Network Courses
[email protected](67) 99252-4404
Rua Sagitária, 59 – Campo Grande
Mato Grosso do Sul, Brasil